• ração

    Alimentação exclusiva de ração

    0

    Existem tantas raças de cães com suas personalidades, tamanhos, portes físicos, cores e tipos de pelos específicos que agradam qualquer tipo de pessoas, como bulldogs e pugs para quem gosta de um cão mais descontraído e preguiçoso ou rotweillers e pitbulls para quem procura um cão com um ar de seriedade e força. Mas não podemos nos esquecer que cada raça também tem suas especificações para sua alimentação, dar a seu cão uma ração que não supra suas necessidades nutricionais pode trazer riscos à saúde do animal. Cães de raças pequenas se desenvolvem rapidamente e costumam não precisar de suplementação em sua fase de crescimento, consulte seu veterinário e compre rações que irão ajudar no desenvolvimento dos ossos e dentes do cão, além de auxiliar sua digestão. Cães de raças médias também apresentam um crescimento relativamente rápido, além de ter um metabolismo mais acelerado. As rações para este porte de animais precisam suprir adequadamente os nutrientes necessários para o desenvolvimento rápido do filhote e garantir energia suficiente para seu metabolismo. Cães de raças grandes crescem muito rápido e levam um tempo maior para parar de crescer, estas características podem levar o animal a desordens no crescimento dos músculos. Seu tamanho...

  • ração ou comida?

    Comida caseira x ração: vantagens e desvantagens

    0

    As pessoas, quando adquirem um cão, ficam na dúvida entre optar por ração ou comida caseira para alimentar o animal. As rações oferecem algumas vantagens porque além de ser prática, são completas e balanceadas possibilitando todos os nutrientes necessários para manter a saúde dos cães. Existem estudos que comprovam que desde que a ração surgiu no Brasil, houve uma diminuição dos casos de filhotes com hipocalcificação dos ossos. Hoje em dia, a variedade é tanta que é possível encontrar no mercado uma imensa variedade de rações, separadas por faixas etárias e até por raças. Assim, é possível se aproximar da melhor escolha para cada cão. Outros donos, em contraposição podem preferir uma dieta caseira, livre do processo de industrialização. Porém, é preciso ter cuidado com o tipo de comida que será servida ao pet. A comida deve ser balanceada e rica em vitaminas. É preciso destacar que comida caseira não é sinônimo de restos de comida, por este motivo este método é mais trabalhoso e exige mais tempo e dedicação. Caso optar por esta opção, a dieta deve ser estabelecida em um diálogo com um veterinário com experiência em nutrição. A dieta preparada em casa previne distúrbios urinários e evitam...

Scroll To Top

Options

Layout type:

liquidfixed

Layout color: