• procedimentos e documentações

    Viajar com seu cão – procedimentos e documentações

    0

     Quando se quer fazer uma viagem e deve-se levar seu cachorro, algumas documentações são necessárias para a legalidade do transporte. Faça a escolha do meio de transporte adequado baseado na distância que se deseja viajar. Viajar várias horas dentro do carro é mais estressante para o animal do que de avião. Para viagens de carro, não há necessidade de se emitir a Guia de Trânsito Animal (GTA), bastando apenas o atestado de sanidade do cachorro, de saúde e principalmente o de vacinação antirrábica. Não esqueça que o transporte deve ser sempre no banco traseiro, com a cabeça dentro do veículo e preso ao cinto de segurança. Para o caso de viagens de avião, deve-se observar se a viagem é nacional ou internacional. Para ambas, precisa apresentar o atestado de saúde fornecido por um veterinário com, no máximo, 3 dias de antecedência da viagem e o certificado de vacina antirrábica. Quando a viagem for internacional, deve-se também procurar o Ministério da Agricultura para que lhe forneça o Certificado Zoo Sanitário Internacional. Procure-se planejar e  informe-se no Consulado do país de destino acerca das exigências para a entrada do cão com pelo menos 3 meses de antecedência para que não haja surpresas...

  • A importância do passeador de cães

    A importância do passeador de cães

    0

    Você já conhece o passeador de cães? Mesmo para aqueles que possuem uma casa grande onde o animal pode locomover-se e desfrutar de uma maior liberdade de ir e vir, o passeador de cães tem um papel essencial no desenvolvimento corpóreo e mental do seu animalzinho. A frequência dos passeios irá, além de ajudar seu cão a socializar-se com outros cães mais facilmente, torna-lo mais sociável com outras situações e lugares desconhecidos fora de casa, sendo fundamental para deixá-lo mais tranquilo ao chegar em casa, além do animal poder botar os músculos para trabalhar e manter um melhor condicionamento físico e psicológico. O reflexo de passeios frequentes em ambientes novos vão auxilia-lo até mesmo na mudança do seu comportamento em casa, pois ele estará mais familiarizado com ambientes e situações novas e não vai estranhar e começar a latir, ou tornar-se agressivo, quando sua família receber visitas inesperadas, por exemplo. Ou seja, não é só o cãozinho que sai lucrando com o passeador de cães. Aliás, o cãozinho também sofre quando fica em casa o dia todo, enclausurado e sem entretenimento. O emocional do seu cão também precisa de atenção, e depois daquele dia cansativo do trabalho e dos afazeres...

  • cachorro pavor de andar de carro

    Motivos dos cães terem medo de andar de carro

    0

    Normalmente para a maioria dos cães o passeio de carro é um momento de pura diversão e não de medo, mas existem aqueles que não gostam nada da experiência. Para alguns cães o passeio em um automóvel é algo terrível, para eles “um momento de pavor”. Existem muitos motivos que podem fazer um animal ter medo de passear de carro, alguns animais podem sentir enjoos durante a viagem e isso pode deixa-lo traumatizado, pois ele sempre ligará o passeio de carro ao mal estar; o cachorro também poderá se assustar ao ver paisagens desconhecidas, ao sentir o vento forte entrando pelas janelas, ouvir o barulho do motor, e com os vários cheiros que ela sentirá durante todo o passeio, toda essa combinação poderá ocasionar uma sensação de estresse no cão. Os animais também podem ligar o passeio a ir ao veterinário ou para o pet shop, coisa que vários cães odeiam fazer; caso você tenha adotado um cachorro abandonado ele também poderá ter medo de andar de carro, já que muitos donos infelizmente levam os bichinhos dentro do carro e os abandonam na beira de estradas, o cão pode ligar o passeio de automóvel ao abandono. O melhor modo de...

  • passear com o cachorro

    Cachorros precisam fazer exercícios físicos

    0

    Fazer exercício regularmente controla a obesidade e seus malefícios. A prática esportiva reduz a ansiedade e faz o cérebro produzir endorfina. Vida sedentária pode representar sérios problemas à saúde. Lendo estas informações sobre a necessidade de atividade física, não conseguimos perceber a diferença da vida humana e a de um cão. Se você deseja proporcionar uma vida saudável e feliz para seu pet, deve ter em mente que uma rotina de exercícios não poderá faltar. Para os cães, atividade física tem que ser de maneira natural não precisando de estímulos como petiscos. Carinhos ou um brinquedo já são o bastante. As atividades devem ser inseridas gradativamente e relacionadas a brincadeiras e a passeios. Além de ser uma ótima “desculpa” para você se exercitar também. Se anda sem tempo, nas grandes cidades, existem boas opções de lugares e profissionais que se especializaram na prática esportiva canina. Além do adestramento, existem locais onde o pet pode nadar, correr, pular e interagir com outros cães. Alguns cuidados Cuidado. Antes de correr e brincar com seu cachorro por todos os lugares do mundo, fatores como idade, peso, metabolismo e aptidões de cada raça não podem ser esquecidos e qualquer atividade física sem acompanhamento profissional...

Scroll To Top

Options

Layout type:

liquidfixed

Layout color: