Rex, o cachorro herói

Publicado por Danilo Schwarz0

O melhor amigo de Beatriz Raiher é um pastor alemão de 5 anos, que vive no sítio da família, amado por todos e temido por muitos. Rex sempre teve um instinto de caça apurado, vivendo atrás de galinhas, esquilos e carneiros que rondavam o sítio. Sempre foi um cachorro herói.

Em Junho de 2013, o caseiro do local estava realizando suas tarefas junto ao cão, quando apareceu uma cobra. O homem afirmou que ficou paralisado e tudo aconteceu muito rápido, lembrando apenas de ter a sua vida salva pelo Rex.

A cobra era enorme, e estava pronta para dar o bote, quando o cachorro foi de frente para a cobra na tentativa de proteger seu amigo. Os dentes da víbora acertaram a cabeça do corajoso Rex, um pouco acima do olho e depois não quis mais solta-lo, até que o Dachshund (o famoso cãozinho salsicha) que também mora no sítio chegou e mordeu a cobra até ela soltar o Rex e cair morta.

A primeira reação do caseiro foi a de ligar para Beatriz e jogar a cobra no meio do mato. No mesmo momento a dona do cachorro saiu de São Paulo em direção á São Roque, fazendo várias ligações para os veterinários que conhecia.

Rex - Pastor Alemão (Herói de Beatriz Raiher) com a cabeça inchada, por causa da picada de cobra.

Rex – Pastor Alemão (Herói de Beatriz Raiher) com a cabeça inchada, por causa da picada de cobra.

Chegando em São Roque, ao ver a cabeça de seu cão completamente inchada, Beatriz que é farmacêutica, aplicou uma injeção de Diprospan que tem ação anti-inflamatória e antialérgica no cão.
Achar uma clinica veterinária aberta, que tivesse antídoto para cobra não foi nada fácil, mas para quem ama seu animal de estimação nada é impossível. No dia seguinte Bia achou uma clinica que possuía o antídoto para cobra, e era necessário que a cobra que atacou o Rex fosse levada junto com ele. Por sorte o caseiro se lembrou exatamente onde a havia jogado.

O pobre Rex ficou internado por 3 semanas, entre a vida e a morte, tomando soro na veia e os rins chegaram a parar de funcionar. Depois de mais duas doses de antídoto e muito tempo de tratamento, Rex retornou á sua casa para a alegria de todos. Até hoje o cão carrega em sua cabeça a marca da picada da cobra, onde nunca mais voltou a crescer pelos. Bia sente orgulho de sua cicatriz, pois uma cicatriz não é motivo de vergonha, e sim de orgulho em poder dizer: meu cão lutou e venceu .“O rex foi um guerreiro por tudo que passou, mas está aqui hoje graças ao meu grande “salsichinha”.

Atualmente, tranquilo na fonte do sítio.

Atualmente, se refrescando na fonte do sítio.

*A cobra que picou Rex foi uma Jararacuçu. Uma víbora venenosa da família dos viperídeos, de até 2 metros de comprimento.

*Se o seu cão for picado ou mordido por algum animal ou inseto, é muito importante que a identificação do bicho seja feita. Seja por detalhes ou fotografia. Na história de bia, ela tinha certeza de que a cobra estava morta, e por isso a levou no carro dentro de uma caixa.

*Tente manter a calma e procurar ajuda médica o mais rápido possível. Nunca aplique medicamentos ou toque nos ferimentos se você não possuir qualificação médica.

Junte-se a nós! Deixe seu email e receba novidades animais!
Placeholder Placeholder

Tags , , ,

Comente |

0 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

(required)
(required)

A- A A+

Options

Layout type:

liquidfixed

Layout color: